Compartilhe este conteúdo!

 

Se você possui um negócio com presença online e investe em estratégias de marketing digital, sabe como é importante ter altas taxas de conversão, não é mesmo?

Para isso, uma landing page de alta performance pode fazer toda a diferença.

Caso você não saiba o que é uma landing page, não se preocupe.

Este artigo contém um guia completo das páginas de alta conversão e pode te ajudar muito a melhorar o desempenho das suas estratégias de aquisição de novos clientes.

Então, para descobrir o que é, para que serve e como desenvolver a sua própria landing page de alta conversão, continue acompanhando a leitura!

O que é Landing Page?

Em uma tradução literal, landing page significa “página de aterrissagem” ou “página de destino”.

Dentro de uma estratégia de marketing digital, a landing page é responsável pelo avanço do seu potencial cliente no funil de marketing da sua empresa.

Esta página é desenvolvida com um único objetivo:

  • converter o visitante em lead ou cliente.

Diferentemente de outras páginas de um site, a landing page é estruturada apenas com elementos essenciais, sem distrações que possam levar o visitante a sair da página e clicar em outro link.

Ela é geralmente usada para distribuir “iscas digitais” como e-books, mini cursos ou eventos gratuitos em troca de informações como nome, e-mail e, às vezes, telefone desses leads.

Assim, todas as vezes em que você decidiu baixar um eBook, cadastrar-se para uma Masterclass ou webnário, você provavelmente passou por uma landing page bem sucedida e avançou mais uma etapa no funil de marketing da empresa em questão.

Por meio das informações obtidas em troca do download do material, a empresa consegue manter contato com você, trabalhando fluxos de nutrição e níveis de consciência com o objetivo de lhe ofecerer novas ofertas e vendê-las.

Interessante, não acha? Se você quer transformar seus visitantes ou leitores do seu blog, em clientes, você pode desenvolver estratégias de captura através de uma landing page.

Para que serve uma Landing Page?

Como citado brevemente, a landing page serve para otimizar o tráfego do seu site, transformando esses usuários em leads e, posteriormente, em clientes.

Para entender melhor o papel de uma landing page, pense como seria inútil ter um blog com mais de 100 mil acessos mensais, por exemplo, se você não conseguisse extrair mais informações desses visitantes — você estaria perdendo excelentes oportunidades de negócio.

Afinal, coloque-se no lugar do visitante: você compraria um produto ofertado em um site que acessou apenas uma vez e nunca mais ouviu falar? Provavelmente não.

Mas, se esse mesmo site lhe oferecesse um conteúdo gratuito, de qualidade, apenas em troca do seu endereço de e-mail e, depois, continuasse interagindo com você, agregando ainda mais valor nos e-mails enviados, as chances de comprar algo que seja do seu interesse seriam muito maiores, não acha?

É exatamente esta lógica que precisa ser aplicada em sua própria estrutura de marketing e vendas — você precisa captar o maior número de contatos possíveis, para que as chances de venda sejam ainda maiores no fundo do funil.

A importância de uma Landing Page de alta conversão

Outro ponto importante é que, além de adotar uma estratégia com landing pages, é essencial que as mesmas apresentem altas taxas de conversão.

Para isso, é preciso definir:

  • Qual o objetivo principal desta landing page: fazer com que a pessoa baixe um eBook ou se inscreva em sua newsletter?
  • Quais benefícios o visitante terá se realizar a ação desejada?
  • Como o conteúdo já foi útil para outras pessoas?
  • Quais informações você deseja obter: apenas nome e email ou cargo e telefone também?

Com estas respostas em mãos, você saberá exatamente como deve estruturar a sua landing page: de modo objetivo, com poucas informações, sem “botões de escape” que redirecionam para outros endereços.

Para obter alta conversão, sua página também precisa estar alinhada às necessidades da sua persona, ou perfil de cliente ideal (ICP).

Afinal, se a sua persona não entende nada de marketing digital, por exemplo, e sua promessa for um eBook com 5 estratégias de lançamentos de infoprodutos, provavelmente ela não iria se interessar.

O mesmo se aplica a qualquer nicho ou segmento de mercado: as suas promessas e estratégias precisam ser pensadas na sua persona, com o objetivo de solucionar seus interesses e suas dificuldades.

Não importa se você quer uma página de destino para:

  • comércio eletrônico;
  • mercado imobiliário;
  • escritório de arquitetura;
  • academia.

Todas seguem uma estrutura padrão universal.

Como criar uma Landing Page de alta conversão?

Agora que você já sabe exatamente o que é e qual a importância de uma landing page, chegou o momento de aprender a estruturar a sua própria.

Já adianto que, diferente do que muitos pregam por aí, para desenvolver a sua landing page não é necessário nenhum conhecimento prévio em programação ou desenvolvimento de sites.

Afinal, existem ferramentas simples e intuitivas como o Swipe Pages para ajudá-lo durante a construção da sua landing page de alta conversão.

Além disso, você precisa entender a estrutura de uma página de aterrissagem ideal, bem como o que escrever nela e onde publicá-la e divulgá-la, a fim de receber mais contatos.

Descubra todos estes detalhes a seguir:

A estrutura ideal de uma Landing Page

Construir a sua landing page é como seguir a receita de um bolo: alguns elementos são indispensáveis, mas outros podem ser substituídos conforme o seu gosto e necessidade do seu negócio.

Pensando nisso, saiba que existem 4 elementos essenciais, que precisam ser incluídos na sua landing page. Eles são:

  • Título e Subtítulo;
  • Imagem ou vídeo;
  • Oferta irresistível;
  • Formulário.

Esta ordem de estrutura é essencial para que o visitante entenda exatamente o que esperar daquela página e quais informações ele precisará disponibilizar para a sua empresa.

Título e Subtítulo

Lembre-se que, hoje, sua marca disputa a atenção do cliente com muitas distrações: redes sociais com fofocas e entretenimento, notificações no celular, mensagens, vídeos e até jogos eletrônicos.

Por isso, o seu dever é despertar o interesse e conquistar a atenção da sua persona em poucos segundos.

Estudos de uma empresa americana informam que, 8 a cada 10 pessoas que acessam o seu site analisam apenas o título ou cabeçalho para decidir se continuarão ali, ou não.

Isso mostra o quanto chamar a atenção através de um título bem desenvolvido e interessante é essencial.

Por isso, desenvolva títulos interessantes e objetivos, que informem, “de cara”, o que será oferecido na página.

Para potencializar os resultados, aplicar técnicas de escrita persuasiva e gatilhos mentais pode ser muito útil.

Alguns exemplos para você se inspirar são:

  • eBook exclusivo e gratuito para aumentar em até 3x as suas vendas;
  • Método 100% eficaz para queimar gordura sem precisar ir à academia;
  • Elimine de vez as pontas duplas com o passo a passo desta aula;
  • As 50 melhores receitas sem glúten estão neste e-book gratuito;
  • Solicite um teste gratuito da melhor ferramenta de provas sociais para o seu site;

Percebeu? A fórmula da headline, ou título ideal, é instigar a curiosidade com palavras como “exclusivo”, “eficaz”, “passo a passo” e “teste gratuito”.

Além disso, utilizar os números a seu favor, podem tornar o título mais atrativo e específico, como “100% eficaz”, “7 segredos” dentre outros.

Por fim, é importante ser assertivo e verdadeiro, trazendo uma promessa que o conteúdo disponibilizado realmente cumprirá.

O subtítulo, por sua vez, deve apresentar mais informações sobre a promessa da headline, com informações extras e diferenciais da sua proposta.

Imagem

Uma imagem de qualidade é essencial para chamar a atenção e despertar sentimentos no visitante.

analogia de um empresário regando uma planta, como se estivesse cuidando da empresa dele

Por isso, escolha as imagens que melhor representem o produto da sua landing page e faça o download na melhor resolução possível.

A imagem pode ser de um banco de imagem gratuito, desenvolvida por você ou por um designer.

Um excelente aliado pode ser o Canva, editor de imagens gratuito e intuitivo.

Com o Canva, você pode montar seus próprios designs para uma página de captura personalizada.

Oferta

Sua oferta precisa ser clara e objetiva, sem deixar aberturas para dúvidas ou ambiguidades.

Nesse sentido, se o seu produto é gratuito, deixe isso bem claro e destacado.

É essencial que você não acrescente muito texto na página de vendas, de modo a não tornar a leitura do usuário cansativa.

Mas, caso a sua oferta demande muito texto, tente o seguinte:

  • quebre os parágrafos, deixando-os no máximo com 3 linhas;
  • insira palavras destacadas em negrito, para chamar mais atenção;
  • cite de forma breve os benefícios do seu produto, sem precisar descrever cada característica;
  • inclua vídeos explicativos;
  • utilize bullet points como este para tornar o texto mais escaneável, ou seja, mais fácil de ler;
  • quebre blocos de texto grandes com botões de CTA (chamadas para a ação) que levarão ao final da oferta ou ao formulário.

Independentemente se a sua landing page visa entregar um material gratuito ou vender, de fato, um produto ou serviço, busque usar um sistema de ancoragem de preços.

Para eBooks gratuitos, por exemplo, talvez seja interessante dizer: “de R$197,00 por R$0,00 (gratuito)”, ou “de R$497,00 por apenas R$97,00”.

Isso faz com que o leitor possa comparar os preços e identificar vantagem ao comprar, tornando o processo mais simples e fluido.

Além disso, provas sociais, ou seja, depoimentos e avaliações positivas, também devem ser incluídos em um bloco da sua landing page.

Você pode criar um espaço apenas para incluir opiniões de clientes satisfeitos. Esta estratégia serve como uma garantia de que seu produto ou serviço funciona e que o visitante não será um “cobaia”, nem vai se arrepender de adquirir a sua oferta.

Formulário

O formulário precisa ser pensado com muito cuidado e solicitar o preenchimento apenas de informações extremamente essenciais.

Isso significa que, se você deseja coletar informações sobre o perfil dos leads interessados na sua oferta, precisa ser cauteloso para não parecer invasivo.

Para entender melhor, coloque-se no lugar do usuário.

Suponhamos que você está na landing page de um dentista, que está ofertando um eBook gratuito sobre como escovar os seus dentes corretamente.

Mas, ao se deparar com o formulário, as informações solicitadas são seu nome completo, email, endereço, profissão, CPF e telefone.

Certamente você ficaria alerta e desconfiaria de tantas solicitações, não é mesmo?

Afinal, o que uma escovação correta tem a ver com o seu endereço, profissão e CPF?

O resultado seria a sua saída da página sem inserir nenhuma informação.

Este exemplo simples ilustra a necessidade de solicitar apenas os itens necessários para aproximar o visitante da sua empresa.

Geralmente, os formulários exigem dados como:

  • primeiro nome, sem ser invasivo ao solicitar o nome completo;
  • email de contato;
  • e, em alguns casos, dependendo do material e da persona, qual o cargo do visitante.

Informações simples, mas importantes para continuar se comunicando com o lead via email, por exemplo.

Como você pôde perceber, utilizar uma linguagem escrita simples e persuasiva pode fazer toda a diferença na taxa de conversão em uma landing page.

Então, saiba que o melhor modo de obter bons resultados é aplicando os princípios de copywriting, ou escrita persuasiva.

Descubra abaixo como tornar a sua oferta e os textos da sua página de captura mais interessantes com esta técnica.

A importância do Copywriting

Paulo Maccedo, expert em copywriting, já dizia que esta é a:

“habilidade de ouro usada por milionários para transformar palavras em lucro”.

Em outras palavras, copywriting nada mais é do que desenvolver textos que ajudem e direcionem o leitor a tomar a decisão desejada, tanto por ele, quanto pela sua empresa.

A técnicas de copywriting fazem toda a diferença em um texto. Veja o exemplo a seguir:

  • Sem copy: Nesta aula de 30 minutos eu te ensinarei a criar o seu site;
  • Com copy: Em apenas 30 minutos você conhecerá um passo a passo infalível para desenvolver um site profissional.

Percebeu como a promessa fica mais interessante quando usamos técnicas de escrita persuasiva?

Existem estruturas padrões de copywriting que você pode aplicar no seu negócio, confira a seguir.

Estruturas de copy para Landing Pages que convertem

Para uma taxa de conversão satisfatória, você pode aprender técnicas e modelos de copy e aplicar nas suas landing pages.

Neste caso, uma estrutura interessante é o modelo A.I.D.A, que significa:

  • Atenção;
  • Interesse;
  • Desejo;
  • Ação — emoções que você precisa despertar no leitor do início ao final do texto.

Funciona assim: a parte inicial do seu texto, principalmente o título e subtítulo, precisam chamar a atenção do leitor, para que ele se sinta motivado a entender melhor o que é o que você promete e como ele mesmo se beneficia.

Para isso, os parâmetros de títulos apresentados mais acima são excelentes.

Em seguida, após conseguir a atenção do leitor, é preciso mantê-lo interessado pelo que você tem a dizer.

Isso é possível ao enfatizar os benefícios do seu produto ou serviço e criar narrativas que mostrem como o futuro do cliente pode ser melhor, caso ele adquira a sua oferta.

Feito isso, o desejo precisa ser despertado. Aqui, é possível utilizar gatilhos mentais e provas sociais para que aquilo que você oferece seja visto como essencial para o sucesso do cliente.

Por fim, é preciso levar o leitor a tomar uma ação. Isso deve ser feito com CTAs (chamadas para a ação) claras e objetivas.

Neste caso, deixe bem explícito o que você deseja que o leitor faça.

Alguns exemplos de CTAs, são:

  • Clique aqui e concorra;
  • Participe do grupo VIP;
  • Faça já o download;
  • Garanta já o seu bônus;
  • Faça parte da comunidade exclusiva;

Apesar de parecer desnecessário, a expressão “clique aqui” torna tudo mais simples e o diz ao cliente exatamente o que ele precisa fazer.

Esta “ordem”, com verbos sempre no imperativo, é muito eficaz e garante taxas mais altas de conversão.

Qual o papel do design em uma Landing Page

O design é essencial para uma landing page conversiva. Afinal, por mais interessante e persuasivo que seja o texto, se ele não estiver bem estruturado e visualmente agradável, os visitantes não permanecerão na página.

Além disso, como você verá a seguir, outros elementos precisam fazer parte da sua landing page, como a identidade visual da sua marca e psicologia das cores.

psicologia das cores

Os templates também podem ser uma “mão na roda” e facilitar o seu trabalho.

Identidade visual definida e bem trabalhada

Assim como tudo em sua estratégia de marketing, as cores da sua marca também são importantes e precisam estar presentes na sua landing page.

Se a sua marca utiliza as cores roxo e amarelo, por exemplo, as mesmas devem refletir na página de vendas em um momento ou outro, reforçando a sua presença e identidade visual.

Psicologia das Cores

Do mesmo modo que palavras despertam emoções, as cores também o fazem. Este processo chama-se psicologia das cores e afeta diretamente a sua estrutura de landing page. Mas como isso acontece?

A lógica é simples: cores mais quentes estão geralmente associadas à urgência ou alerta.

Por isso, ao destacar pontos importantes no seu texto, como botões e preços, use cores fortes, que contrastem entre si.

Templates prontos

Por fim, para facilitar a sua vida e seu processo de desenvolvimento visual da landing page, opte por templates prontos, próprios para as páginas de captura ou página de vendas.

Se você não é designer ou desenvolvedor de sites, esta é, sem dúvidas, a melhor opção.

Afinal, existem modelos de template para as mais diversas áreas, desde o setor de contabilidade, finanças e marketing até saúde, bem-estar e eCommerce.

Os templates de landing page funcionam, basicamente, da seguinte forma: você compra uma licença ou contrata um plano de um construtor de landing pages, que já vem com vários modelos de templates disponíveis.

Daí, é só você editar como preferir, inserindo seus textos e imagens.

O mais importante é que a página comporte todos os elementos de texto desenvolvidos, sem ficar com espaços sobrando ou faltando.

Feito isso, sua landing page estará pronta! Não é tão difícil como parece, não acha?

Em poucos passos, você pode desenvolver a sua landing page e torná-la pronta para receber visitantes qualificados.

Veja quais são algumas estratégias para promover a sua página de alta conversão!

Como promover a sua Landing Page

Não adianta nada ter sua landing page pronta, com textos persuasivos e design alinhado à sua marca e interesses, se ninguém tiver acesso à ela, certo?

Então, para que sua landing page tenha visibilidade e muitos visitantes sendo convertidos em leads, você pode usar estratégias de divulgação (orgânica ou paga), através das redes sociais e fluxos de email marketing.

Redes sociais

Para compartilhar a sua landing page, é importante que ela tenha uma URL, ou link, amigável e visivelmente “limpo”.

Afinal, coloque-se no lugar do usuário: você clicaria em um link com várias letras e números aleatórios? Provavelmente não.

Por isso, sua URL (endereço) da landing page precisa fazer sentido, contendo o domínio do seu site com uma terminação referente à promessa da página.

Caso contrário, ele pode “assustar” os usuários, impedindo que eles cliquem.

Um bom exemplo de URL amigável é o: https://materiais.ocondado.com.br/agencia-de-gestao-de-trafego

  • materiais = subdomínio
  • ocondado.com.br = domínio
  • agencia-de-gestao-de-trafego = slug da landing page

Perceba que, apenas pelo endereço do link, você já entende que o destino trata-se de uma prestação de serviços, ou seja, de uma gestão de tráfego.

Com isso em mente, para impactar diferentes públicos, você pode compartilhar a sua landing page, nas redes sociais da sua empresa.

No Instagram, você pode inserir a sua oferta de material rico, produto ou serviço em uma “árvore de links” na BIO e depois fazer uma postagem no Feed e nos Stories anunciando a novidade e redirecionar para lá.

thiago quinteiro smartpage

Algo parecido pode ser feito no Facebook e LinkedIn, com a diferença de as plataformas permitirem a inserção de links clicáveis no próprio post.

Outra excelente fonte de tráfego para a sua landing page pode ser o Pinterest.

Basta configurar a sua conta comercial e criar um pin com o link da sua página de alta conversão.

Site ou Blog

Se você já recebe visitas mensais no seu site e blog, uma ótima maneira de divulgar a sua landing page é através de pop-ups, aquelas janelas automáticas que “saltam” na tela do usuário.

pop up com formulario para newsletter

Além disso, é possível adicionar banners laterais no seu blog com chamadas interessantes, que chamem a atenção dos usuários.

Ainda, uma ótima maneira de divulgar a sua landing page através do site ou blog, é inserindo links em artigos com temas relacionados.

Para exemplificar, imagine que você tem uma escola de idiomas e deseja oferecer, em sua landing page, um eBook com 7 passos para aprender inglês com séries.

Em artigos específicos, trabalhados em palavras-chave como “aprender inglês” ou “estudar inglês com séries de TV”, você pode criar links e imagens interativas oferecendo o seu eBook.

E-mail Marketing

Caso você já tenha contatos na sua lista de leads, você pode disparar e-mails marketing estratégicos, adaptados conforme o nível de consciência e estágio do funil de marketing dos seus leads.

Se você possui, por exemplo 1.000 contatos, dos quais 600 são inscritos na sua newsletter e 400 já são clientes, pode disparar os e-mails com mensagens personalizadas para os dois grupos.

O primeiro grupo poderia receber e-mails com mensagens como:

  • “já que você é inscrito em nossa newsletter, achamos que este conteúdo pode te ajudar, de verdade, a alcançar seus objetivos e encurtar o seu processo.”

Em contrapartida, o mesmo conteúdo para o segundo grupo poderia ser entregue com uma comunicação diferente, refletindo exclusividade.

Poderia ser algo como:

  • “Querido cliente, como você participou do nosso crescimento, está recebendo, em primeira mão, este material completo e exclusivo…”

Enviar os e-mails de modo segmentado permite que, posteriormente, você analise as taxas de abertura e conversão do material.

Todas essas são estratégias de divulgação orgânica, ou seja, gratuita, investindo apenas tempo e energia ao invés de recursos financeiros.

Tráfego Pago

Outra opção, altamente eficiente, é o uso de estratégias de tráfego pago. Neste caso, você paga para divulgar a sua landing page em canais específicos, como a Rede de Pesquisa do Google Ads.

Neste caso, sua campanha será passível de grande chance de conversão, já que seus anúncios serão visualizados quando determinada palavra-chave for pesquisada pelo usuário.

Considerando o caso do eBook da escola de idiomas, apenas alguém realmente interessado em aprender inglês pesquisaria por “aprender inglês grátis”, por exemplo.

Assim, os resultados seriam ótimos, já que o visitante é qualificado, realmente buscando uma solução.

Além do Google Ads, suas campanhas de tráfego pago também podem ser veiculadas no:

Cada plataforma de anúncios possui suas características, valores e recursos.

Por isso, tenha uma boa estratégia e defina bem qual o seu orçamento disponível e onde a sua persona passa mais tempo: pesquisando informações no Google ou consumindo inspirações no Pinterest, por exemplo.

Depois de criar a sua landing page e definir estratégias para promovê-la, existe ainda outra etapa essencial, que fará toda a diferença quando aplicada junto à landing page:

  • a Página de Agradecimento (ou Thank You Page).

Thank You Page: tudo o que você precisa saber

Com certeza, depois de analisar a definição de uma Thank You Page, você vai perceber que já passou várias vezes por uma e nem se deu conta!

O que é e como funciona uma Thank You Page?

Como o próprio nome sugere, a Thank You Page é a página de obrigado, que surge após o cadastro do formulário preenchido pelo lead.

Afinal, depois de ter passado por todas as etapas e disponibilizado as suas informações de contato, nada mais justo do que agradecê-lo e dar uma “satisfação” acerca do que vai acontecer em seguida.

Nela, você tem a oportunidade de agradecer o lead por ter feito o download do seu material e avisar que em questão de minutos o item já estará na caixa de entrada do e-mail dele.

agencia de gestao de trafego thank you page

Além disso, ela pode ser usada para garantir que o usuário continue no seu site, aumentando o tempo de permanência dele.

Então, se quiser, fique à vontade para incluir uma recomendação de leitura de um artigo do seu blog, por exemplo.

Como desenvolver a sua Thank You Page

A estrutura de uma Thank You Page é simples e dependerá da estrutura da sua landing page, oferta e valores da sua marca.

Mas, em geral, a Thank You Page conta com duas áreas principais:

  • um título simples de agradecimento, que não precisa mais ser persuasivo como o da landing page, já que você não precisa mais disputar a atenção da sua persona;
  • e um vídeo ou conteúdo informando sobre o próximo passo;

Essa estrutura simples também evita distrações na página e redireciona o usuário a outro lugar do seu site.

Ofertas relacionadas

Porém, esta opção não é a única. Você pode aproveitar esta oportunidade para fazer outras ofertas relacionadas, conforme o nível de consciência e conhecimento do usuário.

Ainda citando o exemplo do eBook de inglês, uma oferta interessante na página de obrigado seria uma vídeo aula, talvez do canal do YouTube da sua marca, explicando as diferenças de pronúncias de palavras que são escritas de modo parecido.

Esta seria uma maneira inteligente de agregar valor à persona e ainda levar tráfego para o seu canal no YouTube.

Vídeos de agradecimento ou CTA para participar da sua lista ou grupo

Por falar em vídeos, é possível, ao invés de apenas um texto de agradecimento, inserir um vídeo do representante da marca ou CEO agradecendo o interesse no material e, de quebra, elogiando a proatividade da persona.

Em casos de landing pages de inscrição em eventos ou webnários, a CTA poderia ser um convite para o seu grupo ou comunidade no Telegram ou WhatsApp, a fim de receber avisos e conteúdos diários.

Como você pôde perceber, a landing page e a thank you page podem ser utilizadas nas mais diversas estratégias, modeladas conforme o seu objetivo, público e oferta.

Exemplos de Landing Pages de Sucesso

Depois de toda a teoria e informações valiosas disponibilizadas, quero que você entenda como funciona a estrutura de uma landing page de alta conversão, na prática.

Por isso, trouxe 2 modelos interessantes, de nichos diferentes, para analisarmos juntos.

Assim, você pode se inspirar para montar a sua própria landing page.

Landing Page – Consultoria de Tráfego – O Condado

O primeiro modelo de landing page de sucesso é a de consultoria de tráfego, aqui mesmo da agência O Condado.

consultoria de tráfego 1

Neste caso, a landing page é destinada à venda de um serviço, e não apenas à entrega de um material gratuito como um eBook.

Por isso, o objetivo central é instigar o leitor a escolher um dos 3 planos disponíveis e fazer a aquisição.

Título e Subtítulo

Assim, a landing page conta com um título atrativo, que desperta a curiosidade:

“Nós lhe ajudamos a potencializar seus resultados”.

Este título, apesar de simples, instiga o leitor a descobrir como ele pode ser ajudado a otimizar seus resultados.

Como subtítulo, a landing page utiliza:

“Com a nossa consultoria especializada em tráfego, você irá aprender as melhores práticas para alavancar os seus resultados.”

A frase resume bem o que o leitor pode esperar da consultoria com foco em tráfego pago e o mantém interessado no assunto.

Na sequência, o botão “quero contratar” desempenha a função de CTA clara e objetiva, que, ao clicar, redireciona o visitante à etapa de pacotes e valores, logo abaixo, na mesma página.

Imagem

Você pode perceber que, todas as imagens da página apresentam máxima resolução e, de um modo ou outro, despertam sentimentos e se mantém alinhadas aos valores da marca.

Um exemplo é a imagem inicial, apresentando vários prédios, movimento e correria do ambiente urbano. Ela pode despertar o senso de evolução, informação e movimento — características também presentes em uma campanha de tráfego pago.

Mais abaixo, na seção “Para quem é indicado esta consultoria”, um homem elegante, de terno, ilustra bem quem é o público certo para a consultoria, ou seja, empreendedores.

Oferta

Todo o corpo do texto desta landing page pode ser considerado parte da oferta. A seção “Você se identifica com esses problemas?” ativa no leitor o sentimento de “ele sabe exatamente como eu me sinto” e gera conexão.

Em seguida, é apresentada a solução para todos estes problemas: a consultoria de tráfego e seus benefícios.

Os motivos para contratar uma consultoria também são bem esclarecidos no decorrer do texto, solucionando dúvidas e quebrando objeções que o visitante talvez tenha.

Por fim, a oferta se encerra com dados sobre o consultor e avaliações positivas dos clientes, ativando o gatilho mental da prova social.

A área de “Perguntas Frequentes” também é incrivelmente útil ao interessado, que consegue obter todas as informações em um único lugar.

Assim, o leitor está preparado para iniciar a etapa de compra ou contratação selecionando o botão “quero contratar”, distribuído em diversos locais ao longo da página.

Formulário

Como você deve ter percebido, por se tratar de uma landing page destinada à venda de um serviço, o formulário segue uma estrutura única, onde o cliente seleciona o plano ideal e as datas das suas sessões de consultoria online.

Cores e design

Perceba que a psicologia das cores e a identidade visual da marca estão bem trabalhadas, uma vez que todos os itens essenciais, como os botões, têm cores marcantes e vivas, como o laranja.

Não só isso, a cor verde, típica da marca, está presente em vários momentos como a cor de fundo, reforçando o branding da agência.

Landing Page – Consultoria de Recursos Humanos – Larissa Castro

Outro exemplo impecável de landing page é a da especialista em carreira profissional e Recursos Humanos, Larissa Castro.

consultoria de recursos humanos

Nela, o objetivo central também é a venda de sessões de consultoria online.

Título e Subtítulo

A página já se inicia com um título chamativo e interessante:

“Desenvolva sua carreira e obtenha mais sucesso profissional.”

Essa frase mostra a importância do desenvolvimento profissional sendo complementada pelo subtítulo:

“Posso lhe ajudar a criar um plano de carreira que lhe ajudará a definir suas habilidades e a encontrar ótimas oportunidades de trabalho.”

A construção permite que o leitor “bata o olho” e já entenda o que esperar da página.

Imagem

Todas as imagens da página, distribuídas ao longo da oferta, são em alta resolução, com uma estética comum ao branding e posicionamento de marca já estabelecidos.

Oferta

No caso da landing page da Larissa Castro, a narrativa se inicia pela sua identificação, na área “sobre mim”, passando pela descrição dos serviços como:

  • Análise e Elaboração de Currículo;
  • Carta de Apresentação, dentre outros.

Em todo o decorrer da página são distribuídos botões “QUERO SABER MAIS”, que direcionam aos 3 planos disponíveis e levam o leitor até o WhatsApp Business, para receber mais informações.

Formulário

Por ser uma proposta diferente, o formulário é substituído por uma conversa no WhatsApp.

A diferença é que o modo de contato e manutenção de informações será feito de modo mais direto e informal.

Percebeu que, seja qual for a sua área de atuação ou produto, os 4 pilares estruturais de uma landing page de alta conversão são úteis e indispensáveis?

Mas, onde você pode construir a sua landing page de alta conversão? Veja a seguir!

Onde criar a sua Landing Page: o melhor construtor de páginas do mercado

O melhor construtor de landing pages do mercado, sem dúvidas, é o Swipe Pages.

Com ele, você pode construir a sua página sem nenhuma dificuldade, afinal, ela é construída por blocos, os quais você “arrasta e solta” para formar o layout perfeito.

Nem mesmo uma linha de código ou conhecimento em design gráfico são necessários com o Swipe Pages.

construtor de landing pages

Com este construtor de páginas, você consegue:

  • mais de 1 milhão de imagens do banco de imagens chamado Unsplash;
  • mais de 8 mil ícones disponíveis;
  • mais de 1.000 fontes do Google com controles de tamanho responsivo;
  • e mais de 50 templates de seções e páginas.

Caso se interesse, é possível testar a ferramenta gratuitamente por 14 dias, sem compromisso.

Com todas as informações adquiridas neste artigo, você é totalmente capaz de desenvolver a sua própria landing page de alta conversão!

Lembre-se de que todos os passos citados aqui podem ser adaptados conforme a sua necessidade e segmento (nicho) de mercado.

O que não pode acontecer é continuar perdendo tempo por não ter algo de qualidade para oferecer na landing page e capturar contatos que, futuramente, podem ser seus clientes mais fiéis.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe nas redes sociais com os seus contatos!

0 0 votos
Classificação