Se você utiliza o Facebook e Instagram para promover o seu negócio, já deve ter percebido que o algoritmo não está mais entregando conteúdos orgânicos para todas as pessoas que seguem a página ou conta comercial da sua empresa.

Em contrapartida, a utilização da plataforma para publicidade paga só tem crescido (no Brasil) e no mundo inteiro.

Isso significa que, se a sua empresa ainda não está investindo em anúncios pagos, pode estar ficando para trás da concorrência e, literalmente, deixando dinheiro na mesa.

Por isso, você (ou o gestor de tráfego) da sua empresa precisam saber como funciona o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads.

gerenciador de anúncios do Facebook Ads

Nesse artigo vamos detalhar tudo o que você precisa saber para dominar essa incrível (e poderosa) ferramenta que pode alavancar as suas vendas (e faturamento).

Continue acompanhando logo abaixo:

O que é o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads?

O Gerenciador de Anúncios é a ferramenta utilizada para criar e veicular anúncios pagos no Facebook, Instagram, Messenger e Audience Network.

A ferramenta está localizada dentro do Gerenciador de Negócios do Facebook Ads, também conhecido como Business Manager (ou BM).

O Gerenciador de Negócios permite administrar diversas contas de anúncios (dentre outros ativos) da sua empresa ou de empresas distintas, como é o caso de uma agência de Facebook Ads, por exemplo.

O Gerenciador de Negócios oferece recursos importantes como, por exemplo, você pode adicionar:

  • Pessoas;
  • Parceiros;
  • Usuários do sistema:
  • Páginas;
  • Contas de anúncios;
  • Grupos de ativos de negócios;
  • Aplicativos;
  • Contas do Instagram;
  • Contas de comércio;
  • Linha de negócios;
  • Contas do WhatsApp;
  • Fontes de dados (catálogos, pixels, conjuntos de eventos offline, conversões personalizadas, grupos de origens de eventos);
  • Segurança da marca (domínios, listas de bloqueio);
  • Integrações;
  • Pagamentos, dentre outras opções.

Seja para gerenciar uma (ou várias) contas de anúncios, você precisará usar o Gerenciador de Negócios do Facebook Ads.

Um fato interessante é que, mesmo não existindo um Gerenciador de Anúncios para o Instagram, você pode escolher veicular suas campanhas apenas nesta plataforma, utilizando o gerenciador do Facebook Ads.

Assim, você aproveita todo o potencial da rede social do momento, possibilitando alcançar milhões de pessoas (de forma mais qualificada e mais segmentada).

Outro ponto importante e que, inclusive, muitas pessoas confundem o que é:

  • Facebook Ads = plataforma de anúncios
  • Facebook = rede social
  • Instagram = rede social
  • Messenger = rede social
  • WhatsApp = rede social
  • Audience Network = rede de audiência (sites e aplicativos parceiros)

Ou seja, quando mencionamos o termo FACEBOOK ADS, nós estamos nos referindo à plataforma de anúncios do grupo (e não à rede social).

Como começar a usar o Gerenciador de Anúncios?

O Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads permite que você veicule uma grande variedade de anúncios, em diferentes formatos, para alcançar os públicos de interesse da sua marca com maior eficiência.

O primeiro passo para começar a usá-lo é possuir (ou criar) uma página no Facebook.

Através dela você conseguirá criar, visualizar, alterar e verificar os resultados das suas campanhas patrocinadas.

A seguir, veremos o que mais você precisa fazer para começar a usar o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads.

Criando seu Gerenciador de Negócios

Depois que a sua página está pronta, o próximo passo é bem simples, apesar de necessário. Você precisa criar o seu Business Manager (Gerenciador de Negócios).

É a partir do Business Manager que você poderá receber os relatórios e as cobranças relacionadas às suas campanhas online.

Você precisará informar alguns dados simples como seu país, a moeda e o seu fuso horário.

Isso permitirá que o Gerenciador de Anúncios realize as cobranças na moeda do seu país, no caso, o “REAL”, além de ajudar o algoritmo a veicular suas campanhas nos melhores horários, de acordo com o fuso horário escolhido por você.

Como criar anúncios no Gerenciador de Anúncios

Agora você está pronto para criar seus anúncios. Apesar do processo de criação ser bem intuitivo, é importante conhecer os detalhes da estruturação de uma campanha para obter o máximo dos recursos do Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads.

Nível de Campanha

É o nível mais abrangente, onde você determina o objetivo (meta) que deseja obter com seus anúncios.

Esse objetivo pode ser aumentar as curtidas na sua página do Facebook, redirecionar tráfego para um website, converter potenciais clientes em compradores dentro da sua loja virtual, aumentar a quantidade de downloads de um aplicativo ou eBook, dentre outros.

São inúmeras as possibilidades para você escolher.

Dentro da plataforma é possível criar diferentes tipos de campanhas, como por exemplo:

  • Reconhecimento da marca;
  • Alcance;
  • Tráfego;
  • Envolvimento;
  • Instalações de aplicativo;
  • Visualizações do vídeo;
  • Geração de cadastros;
  • Mensagens;
  • Conversões;
  • Vendas do catálogo;
  • Tráfego para o estabelecimento.

A sua escolha deve ser baseada nos objetivos de negócios que ajudarão a sua empresa a crescer.

E, normalmente, uma estratégia eficaz para produtos ou serviços (com tickets mais altos) segue a metodologia de um funil dinâmico de marketing, contendo 3 (ou mais) campanhas interligadas entre si.

funil dinâmico de marketing no gerenciador de anúncios do Facebook Ads

Nível de Conjunto de Anúncios

Esse é o nível seguinte, onde você cria seus conjuntos de anúncios (dentro de uma campanha).

Aqui você define o público para quem deseja veicular seu(s) anúncio(s), posicionamento (automático ou manual), orçamento (se não for CBO) e a programação (data inicial) e data de término (se houver).

Existe uma flexibilidade bem grande nesta etapa. Você pode, por exemplo, criar um conjunto de anúncios para o Instagram e outro conjunto para o Facebook.

Alguns dados que você pode configurar em seu(s) conjunto(s) de anúncios sobre o seu público-alvo são:

  • Localização geográfica;
  • Idade (faixa etária);
  • Gênero;
  • Idioma;
  • Dados demográficos (pessoas com base no nível educacional, emprego, informações sobre domicílio e detalhes do estilo de vida);
  • Interesses (públicos específicos analisando seus interesses, atividades, páginas que eles curtiram e tópicos estreitamente relacionados);
  • Comportamentos (pessoas com base em comportamentos ou intenções de compra, uso do dispositivo, etc).

É possível fazer diversos filtros baseados nas ações das pessoas.

Você também pode escolher impactar determinados públicos como, por exemplo, seus seguidores no Instagram ou quem engajou com seus conteúdos em determinado período de tempo (até 365 dias).

O Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads permite inúmeras possibilidades.

Nível de Anúncios

Finalmente, temos a última etapa, que é a criação dos anúncios, propriamente ditos.

Aqui você vai escolher os criativos dos anúncios, como são chamados os elementos que compõem cada peça como o texto, imagens, vídeos e botões de chamada para a ação (CTA).

É possível criar múltiplos anúncios (dentro de cada conjunto de anúncios). Isso possibilita que você teste os elementos utilizados, bem como os públicos escolhidos, para verificar o que funciona melhor para a sua empresa.

O Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads possibilita veicular seus anúncios em diversos locais. Os mais comuns são os feeds de notícias do Facebook e Instagram, tanto no computador quanto no celular.

Outra possibilidade é usar a opção Audience Network, que possibilita exibir seus anúncios em diferentes plataformas como websites, aplicativos e jogos.

Percebeu como é importante entender o passo a passo para usar o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads?!?

Agora, vamos ver como você pode analisar os resultados das suas campanhas.

Como analisar seus resultados no Gerenciador de Anúncios

Depois de colocar as suas campanhas para rodar, você precisa analisar os resultados que elas estão trazendo, para saber se estão alinhados com os objetivos que você almeja alcançar.

O Gerenciador de Anúncios possui diversos relatórios com todos os dados e informações referentes às suas campanhas.

Evidentemente, alguns serão mais relevantes do que outros.

Por isso, você pode personalizar a maneira como esses resultados são exibidos, escolhendo as métricas mais importantes.

Você consegue visualizar diversos dados relativos ao desempenho de cada anúncio como, por exemplo:

    • O número de pessoas que visualizaram o(s) anúncio(s);
    • O número de pessoas que clicaram no(s) anúncio(s);
    • Quanto você investiu com o(s) anúncio(s);
    • Qual é o CPA (custo por aquisição) daquele anúncio (ou campanha) como um todo.

Além disso, o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads permite visualizar vários níveis de detalhamento das métricas dos relatórios, para que você possa escolher o que analisar. Vamos ver alguns exemplos:

Plataforma

Mostra, em detalhes, os resultados obtidos com seus anúncios em diferentes plataformas, como Facebook e Instagram.

Plataforma e dispositivo

Essa métrica combina os resultados de exibição do anúncio em cada plataforma com os dispositivos usados para visualizá-lo, por exemplo, celular, desktop ou tablet.

Posicionamento

Esse detalhamento mostra os resultados alcançados pelo posicionamento em que o anúncio foi exibido, em cada plataforma.

Por exemplo, feed de notícias do computador do Facebook ou no feed de notícias do celular no Instagram, e assim por diante.

Posicionamento e dispositivo

Inclui o detalhamento dos resultados da opção anterior, com os dispositivos usados para visualizar os anúncios.

Desempenho

O gráfico de desempenho mostra a quantidade de pessoas alcançadas e, dentro desse grupo, quantas clicaram no seu anúncio. Também mostra o custo total de cada anúncio.

Os resultados são exibidos por dia e você pode personalizar as métricas visualizadas, como por exemplo:

  • Alcance = O número de pessoas que viram seus anúncios pelo menos uma vez. O alcance é diferente das impressões, que podem incluir várias visualizações dos seus anúncios pelas mesmas pessoas.
  • Frequência = A média de vezes que seu anúncio foi visualizado por uma mesma pessoa.
  • Impressões = O número de vezes que seus anúncios foram exibidos na tela.
  • Resultados = O número de vezes que seu anúncio atingiu um resultado, com base no objetivo e nas configurações selecionadas.
  • Custo por resultado = O custo médio por resultado dos seus anúncios.
  • Cliques no link = O número de cliques em links dentro do anúncio que levaram a destinos especificados pelo anunciante, dentro ou fora do Facebook.
  • CTR = A porcentagem de vezes que as pessoas viram seu anúncio e deram um clique no link.

Dentre outras dezenas de métricas diferentes.

Dicas estratégicas para escolher as melhores métricas

Caso você esteja começando a usar a plataforma, pode causar uma certa confusão e incerteza na hora de escolher quais métricas são as mais importantes para o seu negócio.

Portanto, aqui vão algumas dicas estratégicas sobre como usar os relatórios fornecidos pelo Gerenciador de Anúncios:

a) Se você já veiculou algumas campanhas patrocinadas, você pode comparar as métricas das campanhas passadas com os números alcançados nas novas campanhas.

Assim, você conseguirá saber se os seus resultados atuais estão iguais, melhores ou piores do que os anteriores.

b) Analise todas as ações ocorridas com seus anúncios como, por exemplo, as conversões, os cadastros, instalações de aplicativo, compras online e conversões offline.

Essas ações são atribuídas aos seus anúncios quando alguém viu ou clicou neles durante o período de tempo de veiculação.

c) Se você selecionou todos os posicionamentos de anúncio disponíveis durante a configuração da campanha é interessante analisar, separadamente, os resultados por plataforma, por dispositivo e pelo posicionamento em si.

Assim, será possível entender melhor o comportamento do seu público e otimizar as próximas campanhas apenas para aqueles que apresentam maior taxa de conversão.

Por exemplo, se você viu que 80% do seu público está convertendo através dos anúncios no celular, pode escolher apenas este dispositivo na próxima campanha, evitando gastos desnecessários do orçamento em dispositivos que não estão convertendo bem.

d) Você pode usar os relatórios de vários dispositivos para entender os comportamentos de compra do seu público, como por exemplo, se as pessoas estão vendo os anúncios do seu produto no celular e comprando pelo computador.

Saber como escolher as melhores métricas e como analisá-las, dentro do contexto do seu negócio, pode ser desafiador, a princípio, mas, com o tempo, você conseguirá melhores resultados com as suas campanhas, otimizando o uso da sua verba.

Passo a passo para aumentar as vendas com seus anúncios

Agora que você já viu a parte mais técnica da criação de campanhas, é interessante conhecer algumas estratégias sobre como usar o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads para aumentar as suas vendas.

Crie anúncios interessantes (que não pareçam anúncios)

Se você quer começar a vender ou aumentar suas vendas no Facebook ou Instagram, um dos passos mais importantes é saber como criar anúncios atraentes, que chamem a atenção dos seus potenciais clientes.

Lembre-se que seu anúncio precisa se destacar em meio a dezenas de informações que a pessoa recebe a todo instante pela internet.

E, criar campanhas (sempre com contexto comercial) querendo “empurrar” alguma oferta, pode não ser uma boa estratégia.

O sucesso da sua campanha não depende apenas disso, mas, também de outros fatores e boas práticas como um bom título, que chame a atenção das pessoas, detalhar os benefícios do produto ou serviço oferecidos de forma clara e objetiva, usar uma imagem relacionada ao assunto do anúncio, dentre outras.

Também vale a pena criar mais de uma versão do seu anúncio. Assim, você pode testar variações dos elementos acima e ver qual possui a melhor conversão / performance.

Segmente seu público-alvo

A segunda estratégia importante para otimizar o uso do Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads é escolher muito bem as pessoas que vão ser impactadas pelas suas campanhas.

O Gerenciador possui um poderoso recurso de segmentação de públicos, que você deve usar para filtrar quem vai receber seus anúncios.

Se essa parte não for feita corretamente, você corre um sério risco de não impactar pessoas realmente interessadas nos seus produtos ou serviços e, por consequência, perder todo o dinheiro investido na plataforma.

Portanto, antes de publicar as suas campanhas, avalie os critérios de segmentação que serão utilizados, bem como os interesses do seu público, para que o algoritmo do Facebook Ads consiga encontrar quem realmente se interessa pelo que você oferece.

Planeje suas campanhas com antecedência

Um bom planejamento das ações de marketing que serão realizadas através dos seus anúncios pode ser a diferença entre ter um bom retorno sobre o investimento, ou amargar um prejuízo.

Por isso, é importante traçar os objetivos que devem ser atingidos com suas campanhas, pois isso vai facilitar a utilização do Gerenciador de Anúncios.

O planejamento também será útil quando você for analisar as métricas e os resultados para entender o que está trazendo resultado e as campanhas que devem ser pausadas.

Defina seu orçamento

Pode parecer óbvio, mas você precisa definir quanto vai investir em seus anúncios online, principalmente se você vai distribuir essa verba em mais de uma campanha com objetivos diferentes.

E, baseado no valor indicado, o Facebook faz uma estimativa do alcance diário.

Assim, você pode analisar se está de acordo com os objetivos de marketing que a sua empresa visa alcançar.

Saber quanto vai investir nos anúncios de vendas online, de distribuição de conteúdo, de geração de leads ou de branding é essencial para alocar os recursos necessários a cada um desses objetivos.

Isso vai permitir que você perceba quando o orçamento destinado a determinada campanha está sendo gasto sem trazer os resultados necessários.

Anuncie para quem já conhece sua empresa

Sabia que é muito mais fácil e barato vender para quem já conhece a sua marca e confia na sua empresa do que para pessoas desconhecidas?

Segundo esse critério, vale a pena criar campanhas específicas para quem já é seu cliente, fidelizando essas pessoas, oferecendo promoções, mostrando novidades e entregando conteúdos específicos.

Você pode usar a mesma lógica e criar anúncios para quem já conhece a sua marca, por ser seu seguidor no Facebook ou no Instagram. Ou, utilizar uma planilha (lista de clientes) e promover ações específicas (apenas para essas pessoas).

Faça remarketing

O remarketing é um poderoso recurso do Gerenciador de Anúncios para aumentar suas vendas. Por isso, você precisa aprender como fazer remarketing, ou contratar alguém que domine esta técnica.

Se você ainda não sabe o que é remarketing, vamos a um exemplo prático.

Lembra quando você olhou aquele tênis ou qualquer outro produto em uma loja virtual, resolveu não comprar na hora e abandonou o carrinho de compras?!?

Mais tarde, quando estava no Facebook ou no Instagram, começaram a aparecer propagandas do mesmo tênis, como se a plataforma “soubesse” que você estava interessado naquele produto.

Essa é a função de uma campanha de remarketing!

Como funciona o remarketing, tanto neste nosso exemplo, como para todas as pessoas que pesquisam por algo no Google:

1) Você tem uma necessidade e realizou a busca pelo tênis no Google;

2) Clicou no link de algumas lojas, se interessou por determinado modelo em uma loja e clicou para saber mais, talvez tenha até adicionado o produto no carrinho;

3) Mas, decidiu pensar melhor e não finalizou a compra;

4) O pixel do Facebook Ads registrou e armazenou o seu acesso;

5) Quando você acessa o Facebook, ele verifica se você faz parte da segmentação de públicos personalizados daquela loja e, caso sim, os anúncios vão aparecer para você;

6) Assim, você pode acessar novamente o site para finalizar a compra. Se você não fizer isso, o Facebook continuará exibindo os anúncios por um determinado período.

O objetivo é ficar lembrando (ao cliente em potencial) sobre sua necessidade / desejo e mostrar a solução que a empresa tem a oferecer.

O mais interessante é que você pode fazer o mesmo com seus anúncios, mostrando repetidas vezes uma propaganda para a pessoa que viu uma oferta da sua empresa e não comprou.

Percebeu o poder do remarketing para seu negócio?!?

Pronto para usar o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads?

Nesse artigo, mostramos como você pode usar o Gerenciador de Anúncios para começar a vender ou aumentar (ainda mais) as suas vendas na internet.

Listamos todos os benefícios que você pode obter ao usar os recursos disponíveis dessa ferramenta fantástica.

Quando você consegue criar anúncios atraentes, que vão aparecer para as pessoas certas, que realmente precisam do seu produto e/ou serviço, as chances de conversão aumentam ( e muito)!

Você também pode usar esses anúncios para conseguir mais seguidores no Instagram, fortalecer a sua marca, captar mais clientes para a sua empresa, aumentar o engajamento nos seus conteúdos, dentre outras coisas.

As possibilidades de crescimento do seu negócio são inúmeras!

No entanto, você precisará dominar as ferramentas que citamos aqui.

Além do Gerenciador de Anúncios, você precisará conhecer mais sobre o pixel do Facebook Ads e analisar as métricas nos relatórios da plataforma.

Para quem não tem muita intimidade com essa tecnologia, pode parecer muito difícil ou representar um investimento de tempo e energia muito grandes.

Nesse caso, é só entrar em contato conosco.

A agência O Condado é altamente especializada em gestão de tráfego no Facebook Ads e nós teremos o maior prazer em tirar suas dúvidas e lhe ajudar.

0 0 voto
Classificação